ANUNCIE AQUÍ

ANUNCIE AQUÍ

IBT

IBT

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Secretaria Municipal de Educação Realiza Aula Inaugural do Curso de Libras

A Secretaria Municipal de Educação e Desporto de Filadélfia promoveu nesta quarta - feira (05/08/2015) a Aula Inaugural do curso de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), na Escola Municipal Aristides Lopes da Silva. O curso é oferecido gratuitamente pela prefeitura aos professores, coordenadores, diretores e secretários escolares da rede municipal de ensino.

O curso de Libras é dividido em três módulos: básico, intermediário e avançado. Nessa primeira etapa foram contemplados 80 cursistas divididos em duas turmas. Cada turma tem aula uma vez por semana, de duas horas cada. Os alunos das duas turmas iniciarão no nível básico e posteriormente serão realizados os módulos intermediários e avançados. As aulas acontecerão nos dias de terça e quarta-feira, das 18h30min às 20h30min no Colégio Municipal Professora Alice Lopes Maia.

Estiveram presentes na Aula Inaugural, o Secretário Municipal de Educação, o Professor Fernando de Jesus, a Assessora da Semed, a Professora Anajara Braga Maia, as coordenadoras da Educação Inclusiva da SEMED, as professoras Sidneide Monteiro Reis Mota e Silvania Souza Silva, as professoras do Curso, Andréa Duarte e Elaine Medrado, a 1ª coordenadora de Educação Inclusiva no Município, a Professora Maria Auxiliadora Passos. Além dos professores cursistas, pais e alunos com deficiência auditiva. Para o Secretário de Educação, Professor Fernando de Jesus, um dos principais objetivos do curso é promover a formação continuada dos professores do município e dar subsídios a ação docente no processo de inclusão escolar desses alunos. “Este é o momento de cada um fazer a sua parte. Nosso dever como professores é melhorar e ampliar as ações em prol de uma educação de qualidade em Filadélfia. O objetivo principal desse curso é plantar uma semente para que cada um tenha a iniciativa de querer conhecer mais a educação inclusiva e aí sim melhorar sua prática em sala de aula” ressaltou o Secretário. 
A coordenadora de Educação Inclusiva, a Professora Sidneide Monteiro Reis Mota, deu boas vindas em nome da coordenação à todos os cursistas e ressaltou a importância do curso para a facilitação da comunicação entre professores e alunos, buscando superar os obstáculos para que todos tenham direito à aprendizagem. “Existe muita incompreensão devido ao preconceito e ao despreparo. Pais e professores devem se capacitar para entender filho e aluno deficiente. Todos têm inteligência, mas precisam de apoio emocional e profissional, além de recursos para desenvolver suas aptidões e necessidades. Cada caso é um caso”, explicou. 
A Professora Maria Auxiliadora, discursou agradecendo ao poder Público Municipal pela sensibilidade em investir na Educação Inclusiva. “Quando vejo uma Secretaria de Educação, oferecer e apoiar um Curso que proporciona conhecimento e informação aos profissionais que trabalha com alunos com Surdez, curso este de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), é sinal de que a mesma reconhece o quanto é importante e necessário conviver e respeitar as diferenças para a construção da cidadania, passa a crença que todos nós com ou sem deficiência, tem capacidade de transpor barreiras e aprender o que antes era considerado impossível, reconhece com esta atitude que vale sim a pena investir cada vez mais no processo de aprendizagem não só do aluno, mas do professor também, pois o aprender não se finda. Assim, ambos, de mãos dadas, possam construir uma sociedade inclusiva”. Disse a professora. Segundo a professora do curso, Andréa Duarte, a expectativa é muito positiva. “Pelo que conversamos hoje e a grande procura que temos recebido, notamos que as pessoas estão verdadeiramente interessadas”, disse a professora, que é uma das percussoras no ensino de LIBRAS no município de Filadélfia.

Durante a Aula inaugural foram realizadas apresentações e depoimentos feitos por alunos surdos e pais de alunos, depoimentos como o da Srª Mariazinha e do Srº Isaltino que relataram as dificuldades encontradas há alguns anos para garantir a matricula e permanência dos filhos surdos na Escola. Os mesmos agradeceram a interprete de Libras, Andrea Duarte por sua dedicação à causa dos surdos. Agradeceram também ao Poder Público Municipal por dar continuidade ao projeto de Inclusão. 
Em Filadélfia, todos os alunos surdos são alfabetizados em LIBRAS e a Secretaria Municipal de Educação disponibiliza um Interprete para cada aluno surdo em sala de aula. 
Durante a aula também foram distribuídos os módulos que serão utilizados pelos professores no curso.
Essa é mais uma ação da Prefeitura Municipal de Filadélfia, através da SEMED, que faz parte do Programa Municipal de Formação do Servidor.

ASCOM - SEME
D
 
Ascom