ANUNCIE AQUÍ

ANUNCIE AQUÍ

sábado, 12 de março de 2016

Música: Novo astro do funk, Nego do Borel elogia Nordeste: ‘Grandes cantores, muita música boa’

Novo astro do funk, Nego do Borel elogia Nordeste: ‘Grandes cantores, muita música boa’
Foto: Reprodução / Instagram
Sucesso do verão com o hit “Não me deixe Sozinho”, Nego do Borel chegou a Salvador pela segunda vez, nesta sexta-feira (11). Em conversa com o Bahia Notícias, o cantor falou sobre a expectativa para seu show na capital baiana. “A melhor possível! É uma cidade muito musical e eu estou muito ansioso para cantar aí. Fomos a Salvador uns dois anos atrás, mas não tivemos tempo de conhecer nada. Se eu não me engano, fizemos 5 shows em 1 dia”, revelou. 
Em 2015, o funk melódico, como o cantado pelo carioca e por artistas como Anitta, alcançou o topo das paradas junto com o sertanejo. Ainda assim, Nego conta que chegar ao Nordeste é uma tarefa que depende de muito trabalho e dedicação. “Acho que é difícil pela versatilidade musical do Nordeste. Existem grandes cantores, grandes bandas e muita música boa! Por isso minha felicidade aumenta em poder levar meu show a Salvador”, contou ele, acrescentando que algo que ajudou na interação com os fãs, foram os passos de dança inventados para as canções.
 

 
“As coreografias fazem parte das músicas, embalam nossos shows. Lançamos GIFS de passo a passo da coreografia no meu Facebook. O público interagiu muito”, explicou. Dono de sucessos como “Nego resolve” e “Janela Aberta” o cantor, que – assim como Lucas Lucco, também atua em Malhação – revelou deseja trazer o projeto “Os Caras do Momento”, com Anitta, para Salvador. “O projeto está rodando o Brasil. Já fomos para o Espirito Santo, Santa Catarina e o próximo será no Rio Grande do Sul. Se Deus quiser logo estaremos aqui”, torce.
Nego também comentou sobre sua mudança de estilo, que tomou um caminho feito por algumas mulheres que cantam funk, como Ludmilla ou Marcelly – ao deixar de lado o título de MC e buscar acrescentar pop às batidas. “O funk sempre me recebeu muito bem. Minhas músicas antigas fazem sucesso até hoje e são muito aceitas nos meus shows. O público ama quando eu canto elas! Prova desse sucesso, é que no meu CD tem as músicas novas e também as antigas. Misturamos tudo”, conta ele.

Por Aymée Francine Bahia Noticias