domingo, 25 de setembro de 2016

Infecção urinária é comum entre as mulheres; veja como evitar

A Infecção do Trato Urinário (ITU), ou simplesmente infecção urinária, é um quadro de infecção causado por bactérias que acomete grande parte das mulheres ao menos uma vez na vida. Esta infecção pode afetar qualquer órgão do sistema urinário: rins, uretra, bexiga e ureteres.De acordo com o site Consulta do Bem, a maneira mais comum de a bactéria infectar o trato urinário é através da migração das que se encontram no intestino. Apesar de a maior parte das bactérias que se encontram no sistema digestivo serem benéficas à saúde, quando elas mudam de localização podem causar infecções. Essa migração pode acontecer através de diversas maneiras, como o sexo sem proteção, falta de higiene pessoal, sexo anal e vaginal sem intervalos, entre outros.
As mulheres são mais acometidas pela infecção urinária por causa da proximidade entre a vagina e o ânus. Com acesso à uretra, a bactéria se aloja na bexiga e começa a se multiplicar. O sistema imunológico trata de expelir a invasora na maior parte das vezes, mas em outros casos, a bactéria continua se multiplicando, alcançando inclusive os rins.Os sintomas mais comuns da infecção urinária, que poderão acontecer isoladamente ou combinados entre si, são: ardência, queimação ou dor ao urinar; vontade constante e urgente de urinar, mas ao ir ao banheiro não sai urina nenhuma; sangue na urina ou no sêmen; corrimento vaginal ou secreção do pênis; coceira, sensibilidade ou inchaço; dor durante o sexo ou ejaculação; dor abdominal; dor pélvica; febre e calafrios; sensação de peso na bexiga; dor lombar; náuseas e vômitos; cansaço e fadiga ou desorientação.11 dicas para prevenir a UTI Como é uma infecção extremamente dolorosa, vale a pena tomar alguns cuidados para evitar que a bactéria se apodere do sistema urinário e desencadeie a infecção. Confira 11 dicas:
  • 1. Beba muita água ao longo do dia, para ajudar a eliminar as bactérias da região
  • 2. Evite segurar a urina, para não ajudar na proliferação de bactérias
  • 3. Lave as partes íntimas antes da relação sexual, para que as bactérias não sejam transportadas durante o sexo
  • 4. Use camisinha
  • 5. Evite sexo anal procedido de sexo vaginal, para não transportar as bactérias
  • 6. Urine sempre após cada relação sexual, para “lavar” a uretra
  • 7. Evite usar produtos para lavar a região íntima, como sabonetes ou perfumes, pois eles eliminam bactérias benéficas que podem combater as invasoras
  • 8. Não use antibióticos indiscriminadamente e sem acompanhamento médico
  • E para as mulheres:
  • 9. Limpe-se sempre da frente para trás, para evitar transportar as bactérias do ânus para a vagina
  • 10. Troque o absorvente com frequência, pois ele facilita a proliferação das bactérias
  • 11. Use calcinhas de algodão e não muito apertadas e evite os tecidos sintéticos, pois o suor e a umidade facilitam as infecções.