ANUNCIE AQUÍ

ANUNCIE AQUÍ

IBT

IBT

sábado, 3 de junho de 2017

Produção agroecológica ajuda a preservar o meio ambiente no Piemonte Norte de Itapicuru

A

Muito além de se produzir alimentos sem agrotóxicos. Um grupo de agricultores familiares da comunidade de Faleiro da Barroca, localizada no município de Senhor do Bonfim, no Território Piemonte Norte de Itapicuru, vem trabalhando para a preservação da terra e da água, com respeito ao meio ambiente, produzindo alimentos orgânicos. 

No local, 60 famílias de agricultores assistidos pela Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), recebem assistência técnica e extensão rural (ATER) e, hoje, são referência em produção agroecológica.
Os produtos frescos e de qualidade, cultivados pelos agricultores, possuem o Selo de Certificação Orgânica e podem ser adquiridos pela população de Senhor do Bonfim, às quintas-feiras, na Praça Antônio Gonçalves, na sede do município, possibilitando a relação direta entre produtor e consumidor. 
Na praça, em uma barraca recheada de produtos como beterraba, cenoura, maracujá, banana e muitas hortaliças, é possível encontrar a agricultora Maria Natália Matos de Sá. Ela conta satisfeita as mudanças alcançadas com a ATER. “O projeto trouxe uma maneira da gente se manter da agricultura familiar. Por meio dos quintais produtivos, começamos a fornecer para os programas Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e de Aquisição de Alimentos (PAA) de Senhor do Bonfim e também estamos fornecendo para alimentação escolar de outros municípios, como Antônio Gonçalves. Tudo isso, graças ao apoio que estamos recebendo do Estado”. 
Já o agricultor Adailton Fernandez de Souza, fala do aumento considerável da sua produção. “Estamos cada dia mais melhorando a nossa situação e ganhando incentivo para trabalhar mais. Além disso, a gente usava muito veneno na plantação. Agora, aprendemos a matar as pragas sem prejudicar nossa saúde e o meio ambiente, e isso deu mais valor ao que plantamos, pois agora vendemos um produto puro e saudável”. 
O técnico da Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Fetraf), prestador de serviço de ATER pela chamada pública Bahiater/SDR, Baden Pereira, informou que, no território, estão sendo assistidas 720 famílias de agricultores. “Trabalhamos com um método agroecológico para garantir uma alimentação saudável e o fortalecimento da segurança alimentar, implantando tecnologias para essa formação orgânica dos produtos, através da compostagem e dos produtos alternativos para combate de pragas e predadores, para que tenhamos um alimento saudável e de qualidade e que a gente tenha segurança na hora de garantir esse alimento na mesa do produtor e consumidor”. 
Mais ações
Além da ATER, outras ações do Governo do Estado foram implantadas na comunidade de Faleiro do Barroca. Por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR/SDR), foram entregues um trator, um caminhão e as 20 barracas de feira livre, que estão sendo expostas na Feira Orgânica de Senhor do Bonfim, totalizando um investimento de R$264,3 mil. 
De acordo com o assistente territorial da CAR, Ailton Gonçalves, as ações potencializam o desenvolvimento da agricultura familiar do território. “O trator e o caminhão vêm ajudando no transporte dos produtos que tinham dificuldade de escoar a produção, e as barracas agregam valor aos produtos da agricultura familiar”. 

Ascom CAR